Lontra Neotropical


• Nome científico: Lontra longicaudis
• Classe: Mamífero
• Hábitos alimentares: Carnívoro
• Status de conservação: Quase Ameaçado


Informações gerais:

A lontra é um mamífero semi-aquático, com hábito crepuscular ou noturno, que habita os rios e lagos com muita vegetação nas margens. Geralmente, as tocas desta espécie se situam em buracos naturais localizados ao longo dos barrancos dos rios, ou ainda, buracos escavados em barrancos argilosos. Apresentam diversas vocalizações e formas de demarcação territorial utilizando fezes, urina ou secreção das glândulas anais. A demarcação do território tem como principal objetivo indicar para outras lontras que os recursos existentes na área já são utilizados por outros indivíduos. Apresenta corpo alongado, patas curtas com membranas interdigitais, cauda longa e adaptada para a propulsão na água. Podem permanecer até 6 minutos submersos e nadar a uma velocidade de 12km/h. Possuem olfato e audição apurados, além de vibrissas, que são importantes órgãos táteis que auxiliam na detecção de peixes. Sua pelagem é curta e densa, conservando o calor do animal, e formando bolhas de ar em seu interior e reduzindo a perda de calor para a água.

Longevidade:

Pouco se sabe sobre a longevidade, até o momento, o registro de maior idade atingida por uma lontra foi de 14,9 anos.

Dieta:

Em ambiente natural se alimenta principalmente de peixes, crustáceos e moluscos, mas por serem predadores oportunistas, sua dieta varia com a disponibilidade de presas e habitat, com isso, podem se alimentar também de insetos, répteis, aves e até pequenos mamíferos. No Aquário de São Paulo, por sua vez, consomem uma variedade de peixes (como tilápia, pacu, piau e bagre), além de frango e carne.

Tamanho:

1,5m.

Peso:

15kg.

Distribuição geográfica:

Ocorre desde o México até o norte da Argentina.


Conservação:

A espécie foi intensamente caçada para o comércio de sua pele. Hoje a principal ameaça que sofre é a caça causada por conflitos humanos, em especial com pescadores. Isso, combinado com a destruição do habitat e poluição da água, ameaça seriamente as suas populações.

Habitat:

Habitam regiões próximas a rios e lagos com rica vegetação ripária.

Reprodução:

A lontra é um animal solitário, com isso, um macho só se junta à fêmea em épocas reprodutivas. A fêmea é a única responsável pelos cuidados maternais e, com isso, grupos sociais constituídos de uma fêmea adulta e filhotes jovens podem ser vistos em determinados períodos do ano. A gestação é de aproximadamente 56 dias com o nascimento de 1 a 5 filhotes.

Localização no Aquário de São Paulo:

Setor Amazônia.