Canguru-vermelho


• Nome científico: Macropus rufus
• Classe: Mamífero
• Hábitos alimentares: Herbívoro
• Status de conservação: Menos Preocupante


Informações gerais:

Estes animais vivem em grupos, com aproximadamente 10 animais, sendo normalmente uma fêmea com seus filhotes e podendo incluir um ou mais machos. São crepusculares e noturnos, descansando na sombra durante o dia.

Longevidade:

22 anos.

Dieta:

Em ambiente natural se alimentam de folhas, incluindo gramíneas. No Aquário de São Paulo se alimentam de folhas, legumes e algumas frutas.

Tamanho:

1,6m de altura.

Peso:

90kg.

Distribuição geográfica:

Região central da Austrália (regiões áridas).


Conservação:

Apesar de caçada, esta atividade é regulamentada e controlada, não afetando drasticamente a população de cangurus.

Habitat:

Planícies secas e com gramíneas.

Reprodução:

Os machos disputam o acesso às fêmeas, monopolizando a reprodução ao dominante. Essa espécie tem um curto período gestacional, ao nascer (aproximadamente após 33 dias de gestação), o filhote se direciona à bolsa de sua mãe, aonde fica até estar completamente formado. Essa espécie apresenta diapausa gestacional, aonde é capaz de retardar o desenvolvimento de um filhote, enquanto outro está na bolsa.

Localização no Aquário de São Paulo:

Setor Austrália.