Tarpão


• Nome científico: Megalops atlanticus
• Classe: Peixes
• Hábitos alimentares: Carnívoro
• Status de conservação: Vulnerável


Informações gerais:

Embora seja um peixe de água salgada, também pode ser encontrado em ambientes estuarinos e manguezais, que possuem água salobra. É um animal bastante procurado para pesca esportiva devido sua velocidade (cerca de 70km/h) e força. A pesca para consumo, a destruição de seu habitat, e a perda de indivíduos não maduros sexualmente por sobrepesca são os principais fatores para a vulnerabilidade do tarpão em vida livre.

Longevidade:

Cerca de 60 anos.

Dieta:

Em ambiente natural se alimenta de peixes e crustáceos. No Aquário de São Paulo, se alimenta principalmente de variedade de peixes.

Tamanho:

2,5m.

Peso:

161kg.

Distribuição geográfica:

Costa ocidental do Oceano Atlântico, costa noroeste da África e costa oriental do Oceano Pacífico.

Conservação:

As principais ameaças a esta espécie estão relacionadas à interações com humanos, incluindo os diferentes tipos de pesca, a perda de habitat e a diminuição da qualidade da água costeira.

Habitat:

Habitam águas costeiras, incluindo estuários, baías e lagunas, algumas vezes conseguem adentrar rios.

Reprodução:

Atingem a maturidade sexual entre 6 e 13 anos. Realizam migrações na época reprodutiva e podem chegar a desovar até 12 milhões de ovos!

Localização no Aquário de São Paulo:

Setor Mundo Marinho.