Tartaruga tigre dágua


• Nome científico: Trachemys dorbigni
• Classe: Réptil
• Hábitos alimentares: Onívoro
• Status de conservação: Não Avaliado


Informações gerais:

Apresentam hábitos diurnos e podem permanecer por longos períodos expostas ao sol nas margens dos corpos dágua. Possui esse nome devido à coloração de suas listras amareladas e alaranjadas. Sua principal ameaça é o comércio ilegal e o consequente abandono devido ao seu crescimento.

Longevidade:

30 anos.

Dieta:

Em ambiente natural alimentam-se principalmente de plantas aquáticas, restos vegetais que caem na água, larvas de insetos e peixes. No Aquário de São Paulo consomem folhas, pequenos insetos e proteínas (peixes, carne bovina, carne de aves, etc).

Tamanho:

27,8cm.

Peso:

3kg.

Distribuição geográfica:

Sul do Brasil e parte do Uruguai e da Argentina.

Conservação:

A principal ameaça a esta espécie é a coleta de ovos e filhotes para o comércio clandestino para pet. Além disso, são ameaçadas pela caça para consumo de sua carne e pela poluição e destruição de habitat.

Habitat:

Vivem em ambientes aquáticos (lagunas, rios, banhados, lagos e açudes) com abundância de vegetação.

Reprodução:

Esta espécie realiza desovas agregadas, com apenas um período reprodutivo por ano. Tais desovas ocorrem entre setembro e fevereiro, com as fêmeas colocando de 2 a 19 ovos que eclodem após 110 dias de incubação.

Localização no Aquário de São Paulo:

Setor Água Doce.