Iguana Verde


• Nome científico: Iguana iguana
• Classe: Réptil
• Hábitos alimentares: Herbívoro
• Status de conservação: Não Avaliado


Origem:

A iguana que vive no Aquário de São Paulo foi transferida de um criadouro após o seu fechamento. A sua presença no Aquário nos ajuda a sensibilizar o público sobre o tráfico de animais, visto que essa é uma forte ameaça para a espécie.

Informações gerais:

Quando ameaçada, a iguana normalmente se esconde ou "congela". Apesar disso, em casos de ser capturada, elas podem se torcer e girar, dar uma chicoteada com a cauda ou até realizar a autotomia, em que voluntariamente ela perde parte da cauda.

Longevidade:

20 anos.

Dieta:

Em ambiente natural se alimenta principalmente de folhas e frutos, mas pode também ingerir ocasionalmente carniça e alguns invertebrados. No Aquário, sua dieta é composta principalmente de folhas, legumes e frutas.

Tamanho:

1,7 m.

Peso:

8 kg.

Distribuição geográfica:

Ocorre na América Central e na América do Sul.

Conservação:

Não Avaliado.

Habitat:

São animais arbóreos que vivem no topo das copas das árvores. Apesar de preferirem ambientes de florestas tropicais, se adaptam também a áreas mais abertas.

Reprodução:

A reprodução normalmente ocorre na época de seca, sendo que os ovos costumam eclodir no período úmido, quando há maior disponibilidade de alimento.

Localização no Aquário de São Paulo:

Setor Água Doce.