Piton Burmesa


• Nome científico: Python molurus bivittatus
• Classe: Réptil
• Hábitos alimentares: Carnívoro
• Status de conservação: Vulnerável


Longevidade:

20 anos.

Dieta:

• No ambiente natural: Pequenos mamíferos, preferencialmente de roedores, aves, répteis e anfíbios.
• No Aquário de São Paulo: Coelhos, codornas e porquinhos-da-índia que são oferecidos a cada 30 dias.

Tamanho:

6 metros de comprimento e 90 Kg.

Distribuição geográfica:

Sul e Sudeste Asiático.


Conservação:

A supressão do hábitat e elevado consumo dos recursos naturais compromete a distribuição desses animais, sendo alguns já encontrados em áreas rurais das cidades.

Reprodução:

Ficam maduros sexualmente entre 2 e 3 anos de idade. As fêmeas põem em média cerca de 40 ovos em cada postura e a incubação dura cerca de 2 a 3 meses e durante a incubação incubação, a fêmea prepara um ninho e permanece enrolada sobre os ovos e através de contrações musculares (tremores) produz calor para manter a temperatura dos ovos.

Localização no Aquário de São Paulo:

Setor de Água Doce