Ameaças

1. Caça

Os ursos polares têm sido caçados por milhares de anos. A caça comercial dessa espécie começou no início dos anos 1500 e floresceu pelos anos 1700. Hoje, os ursos polares são caçados por populações nativas árticas, principalmente para alimento, vestuário, artesanato e venda de peles. Também são mortos em defesa de pessoas ou bens. A caça é regulada pelo governo no Canadá, Groenlândia, e nos Estados Unidos. É proibida na Noruega e partes da Rússia.

2. Mudanças Climáticas

Impactos das mudanças climáticas no Ártico, incluindo o aumento das temperaturas, mudanças na distribuição do gelo, e as mudanças nos padrões de precipitação, ameaçam as populações de ursos polares em uma série de maneiras. A perda do gelo significa:

• Acesso reduzido a alimentos
• Queda nas condições físicas
• Taxas de sobrevivência de filhotes mais baixas
• Aumento de mortes por afogamento
• Aumento em ocorrências de canibalismo
• Diminuição do acesso às áreas de tocas

3. Petróleo

A pele de um urso polar perde suas propriedades de isolamento quando coberto com óleo. Os derramamentos de petróleo poderiam diminuir ou contaminar fontes de alimento do urso polar.

4. Substâncias químicas tóxicas

Os produtos químicos tóxicos provenientes de atividades industriais em todo o mundo são transportados para o Ártico pelas correntes de ar, rios e oceanos. Produtos químicos fabricados pelo Homem tais como, metais pesados, diclorodifeniltricloroetano (DDT) e organoclorados estão presentes nas focas do Ártico, em níveis particularmente altos. Como os ursos polares se alimentam de focas, acabam acumulando tais substâncias em sua camada de gordura. Isso potencialmente leva a uma taxa de mortalidade mais elevada do que o normal de filhotes de urso polar que adquirem essas toxinas através do leite da mãe. Os cientistas continuam a monitorar os níveis de substâncias químicas tóxicas em ursos polares para determinar os seus efeitos em longo prazo.

28,10,0,50,1
600,600,60,1,3000,5000,25,800
90,150,0,50,12,30,50,1,70,12,0,50,0,1,0,5000
Urso Polar
Saiba Mais
Características
Saiba Mais
Distribuição
Saiba Mais
Alimentação
Saiba Mais
Reprodução
Saiba Mais
Ameaças
Saiba Mais
Curiosidades
Saiba Mais
Visite-nos nas Redes Sociais:
Aquário de São Paulo • 2017 © Todos Direitos Reservados
Acesse a Homepage do ASP