Tubarão-Galha-Preta-de-Recifes


• Nome científico: Carcharhinus melanopterus
• Classe: Peixe cartilaginoso
• Hábitos alimentares: Carnívoro
• Status de conservação: Quase Ameaçado (NT)


Origem:

Moana, Maui e Te-fite são nossos galhas-preta, que vieram transferidos de um criadouro legalizado. Desde que chegaram ao Aquário nos ajudam a desmistificar os tubarões, mostrando que eles podem ter diferentes tamanhos e formatos e que não veem o ser humano como fonte de alimento.

Informações gerais:

Um pequeno tubarão com o focinho curto e arredondado. Os juvenis são marrom-amarelados no dorso e nas laterais, e brancos no ventre, enquanto os adultos são cinza-acastanhados e brancos, respectivamente. Possui esse nome por conta das pontas negras nas extremidades de suas nadadeiras. Ocorrem isoladamente ou em pequenos grupos.

Longevidade:

Em torno de 15 anos.

Dieta:

Se alimentam de peixes recifais, arraias, crustáceos e moluscos. Há registros de predação de forma cooperativa em pequenos peixes de cardume. Os tubarões os reúnem na praia e alimentam-se em massa.

Tamanho:

1,8 m de comprimento.

Peso:

Até 24 kg.

Distribuição geográfica:

Encontrados no Indo-Pacífico desde o Mar Vermelho e a África Oriental até as ilhas havaianas e o arquipélago de Tuamotu. Também são encontrados no Mediterrâneo oriental.


Conservação:

As principais ameaças a essa espécie são as pescarias costeiras, tanto a incidental como a intencional, pois sua carne é comercializada e suas nadadeiras são utilizadas nas famosas sopas de barbatanas. Eles também são procurados por causa do fígado, que é considerado fonte de óleo. Essas práticas estão dizimando populações de tubarões por todo o mundo.

Habitat:

Comumente encontrada em águas rasas, em recifes de coral e próximo a eles, e, ocasionalmente, em estuários. Habita da superfície até 75 m de profundidade. Os adultos geralmente se agregam nos canais dos recifes na maré baixa.

Reprodução:

Tubarão vivíparo. A época de acasalamento geralmente ocorre entre os meses de novembro e março. Durante a reprodução, vários machos podem copular com a mesma fêmea. Após uma gestação de cerca de 10 meses, a fêmea da a luz de 2 a 4 filhotes. Os recém-nascidos medem de 33 a 52 cm. A maturidade sexual chega aos machos aos 8 anos com cerca de 1 m de comprimento, e às fêmeas aos 9 anos, com mais ou menos o mesmo tamanho.

Localização no Aquário de São Paulo:

Setor Mundo marinho.