Raia-pintada


• Nome científico: Potamotrygon falkneri
• Classe: Peixe cartilaginoso
• Hábitos alimentares: Carnívoro
• Status de conservação: Dados Insuficientes (DD)


Origem:

As raias pintadas de água doce que vivem no Aquário de São Paulo chegaram aqui após apreensões do IBAMA que detectaram estes animais sendo transportados no Aeroporto de Guarulhos. Desde sua chegada, as raias nos ajudam a sensibilizar o público sobre o tráfico de animais e a aquisição responsável de pets.

Informações gerais:

Esta raia, como a maioria de água doce, possui um ferrão coberto por um muco venenoso e doloroso a humanos e outros organismos. Este ferrão é usado para defesa, porém a maior parte dos acidentes com humanos devem-se não a um ataque, mas por não ter visto o animal e pisar ou encostar em seu ferrão.

Longevidade:

20 anos.

Dieta:

Pequenos moluscos, peixes e crustáceos.

Tamanho:

60 cm

Distribuição geográfica:

Bacias do Paraná e do Paraguai.


Conservação:

Sofre impactos antrópicos como a pesca e o tráfico de animais.

Habitat:

Fundos de rios ou mesmo enterrada em partes mais rasas.

Reprodução:

Durante todo o ano.

Localização no Aquário de São Paulo:

Setor de Água Doce.